quarta-feira, Novembro 14, 2007

Osgas e mais osgas... levam gente à perdição!

Falei já há algum tempo neste blog a respeito de osgas, num artigo que por acaso é dos mais populares neste blog, pelo menos eu vejo que muitos internautas vêm cá parar quando procurar por expressões como "matar osgas" e no fim levam com as minhas razões que levam a deitar por baixo todos e quaisquer motivos que levam pessoas a delirar quando vêm uma inocente osga a fazer pela vida dela, agarrada a uma parede! No lugar onde estou a trabalhar, uma inocente criatura dessas lembrou-se de passar por lá nas casas de banho um dia destes, e não que é uma senhora ou sei lá quem foi fez um escândalo em volta duma osga que teria visto ela ou outra pessoa qualquer que ia pelos vistos. Eu não assisti presencialmente à cena, mas fico a imaginar como teria sido um diálogo entre duas pessoas que deviam estar a "tomar conta" do caso: -- Aaaaaiiiiiiiiiiii !!! Olha, ali, uma osga na parede! -- Vamos chamar depressa o guarda para a matar, senão ela ainda acaba caindo na cara de alguém, e depois para a arrancar da cara vai ser o tu te avias! E vai daí, as suas excelentíssimas senhoras chamaram alguém e foi vê-las discutirem durante cerca de uma boa meia-hora para onde teria fugido a dita osga! Eu tinha mais que fazer no meu trabalho, mas se tivesse mais tempo, teria entrado na discussão para defender a inocente osga, que não tinha feito mal nenhum, apenas estava fazendo para sobreviver, teve é o azar de se meter no interior de um edifício cheio de gente com aversão a osgas. Este medo, que deriva de um receio de répteis mais generalizado como o medo de cobras, talvez um pouco mais justificado, porque as cobras essas sim podem matar (apesar de no nosso país a víbora ser raríssima!), mas, por falta de razões racionais, começam a invocar razões sem pé nem cabeça como se a osga cair em cima de alguém se agarra à pele e nunca mais deslarga. Como se não chega, ainda inventam que transmite doenças e tal... mas agora perder tempo para matar uma osga é demais. Eu já dormi com mais de uma osga no meu quarto, já tive umas quantas nas minhas mãos, algumas vezes para as safar de situações como estas, e nunca me fizeram mal nenhum! Muito pelo contrário, não existe melhor protecção natural contra mosquitos do que ter uma osga dentro do quarto. Elas limpam a mosquitada toda. Não param quietas enquanto não dão a volta às paredes todas para limpar a mosquitada toda que poisa nas paredes! Por isso, para quê continuar a meter medo aos outros por um bichinho que não faz mal nenhum, só é benéfico. Agora o bicho homem, esse sim, é terrível, especialmente quando metes "minhoquices" (essas sim, muito perniciosas!) na cabeça sem razão nenhuma!

10 Comentários:

Anonymous Vera disse...

Pois, eu percebo todo o interesse e argumento para defender as ditas senhoras... Senhoras sim, porque é elas lá e eu cá. Muito por conta de toda a crendice, e de muitos anos a ouvir histórias sobre super animais que envenenavam famílias, acabei por desenvolver uma fobia que não sei como combater. No pleno das minhas funções sei que as osgas são inofensivas, mas se vejo alguma, fico fora de mim.
Não sei como as afastar, mas também não sei como conviver com elas… ridículo e consigo rir-me disto. Mas se aparecer uma micro osga no raio de 4 metros, é matemático que o pânico se instale.
E agora? Adopto uma e dou-lhe um nome para ver se me afeiçoou á raça? Ninguém sabe falar do assunto e os que falam ainda pioram a coisa.
Enfim, foi só um desabafo…
Continuação de bom trabalho no blog**
V.I.

22 Agosto, 2008 01:57 
Anonymous Anónimo disse...

olá tenho uma nova amiga em casa,chamo-lhe miúda sem saber se é macho ou fêmea. hoje assustou-me e ralhei com ela amicavelmente porque estava na parte envidraçada da porta aberta do quintal e de repente senti o barulho das patinhas a subir pela superfície envidraçada.Ela própria não estava á espera que eu aparecesse.Eu acho que estava entretida a apanhar as moscas cá da casa.É um espanto, ela limpa a casa de insectos de uma forma inodora e até agora ainda não me fez mal nenhum.Vim ao site para pesquisar se realmente são venenosas segundo dizem, e por uma questão de precaução em relação à saúde do meu filho de 7 anos.Até o meu filho está desejoso por conhecer a nossa nova inquilina osga que adoptou a nossa casa hà um mês mas que se pisga rapidamente.Adoptem osgas se querem ter um dum dum gratuito em casa.É quase como um animal de estimação só que com uma vantagem, não precisamos de o alimentar.
Patrícia Jorge

18 Maio, 2009 23:57 
Anonymous Anónimo disse...

Hoje vai que não vai ia mandar uma arrochada numa osga mas para sorte dela pirou-se a tempo.Para tirar duvidas sobre a malefica pesquisei um bocadinho e lá percebi que não era assim tão má, pelo menos para os humanos já os insectos não poderam dizer o mesmo.Agora fico á espera que ela não guarde ressentimentos desta minha falta de conhecimento e volte para a varanda deste meu humilde lar

04 Julho, 2009 13:14 
Blogger Carlitos disse...

Caríssimos, o problema é que a minha hospede está a viver na minha cozinha... não é a melhor divisão para ela habitar... é que viverem no alpendre ou na garagem tudo bem, dentro de casa é que acho que é um bocado de abuso... "O QUE DEVO FAZER!"

16 Agosto, 2009 01:51 
Blogger pescadorDigital disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

17 Agosto, 2009 10:38 
Blogger pescadorDigital disse...

Sinceramente, para o seu caso, tem todo o direito de não gostar ter um novo inquilino dentro de casa, mesmo não sendo nocivo. O que eu faria era tentar arranjar uma forma de a tirar de casa sem a matar. Mas tal afigura-se bem difícil. As osgas são atraídas pela presença de insectos e uma forma de o fazer seria talvez, usando insectos como chamariz, levá-las para fora de casa. Mas as osgas não são animais muito inteligentes, da mesma forma que os cães "são", quando vão através de um pitéu que lhes mostramos para que eles voltem para o quintal.
Sinceramente, a não ser que tente ir lá tirá-la da parede com os dedos (o que eu consigo fazer, pois não sou herpetófobo) e depois pô-la numa parede da rua, não estou a ver uma solução. Tente pelo menos não a matar.

17 Agosto, 2009 10:41 
Blogger pescadorDigital disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

17 Agosto, 2009 17:01 
Anonymous mars disse...

acredito em tudo isso e sei que e verdade. mas isso e so ate me aparecer uma em casa.
muito sinceramente preferia ter uma cobra em casa que uma osga.
os calafrios que me provocam sao inexplicaveis e incontrolaveis...

15 Janeiro, 2010 21:20 
Anonymous Anónimo disse...

pois, eu compreendo e vejo me nos comentários.... desde pequena sempre ouvi dizer que as "salta roscas", nome usado na minha terrinha, no interior do país, eram venenosas e se atiravam ás pessoas... daí a criar um estigma em volta das mesmas, foi um pequeno passo!!!! assim, entro em panico e arrepio me, pressentindo a presença das mesmas!!!nao consigo controlar me, chegando até a chorar de desespero!!!!gostava muito de mudar isso, mas é mais forte do que eu....

23 Agosto, 2010 22:00 
Anonymous Pinipom Piqena disse...

Muito boa noite.
Pois é,cerca de meia hora fui a casa de banho e quando ia a sair da mesma nao é que dei de caras com uma osga! O meu medo foi tanto que sai da casa de banho a correr cheia de pânico,a gritar pelo nome do meu namorado que também tem pavor a osgas. Não percebo como há pessoas que conseguem gostar destes bichos,mas sim percebo as que não gostam.

Pinipom Piqena

27 Agosto, 2012 23:37 

Enviar um comentário

<< Início